Amor só.

Padrão

Eu só queria que você tivesse entrado na minha vida da forma certa e permanecido nela sem se preocupar com o passar dos dias, entende? Eu só queria que você tivesse me conhecido naquele almoço de domingo como o eterno amásio sonhador, me buscado em alguma rede social, trocado telefone…Eu teria gostado de sair pra tomar um chopp despretensioso, comer um sushi ou uma massa num bistrô na Vila Paraíba. Teria sido bom poder beijar você com medo, tê-lo na caixa de mensagens com medo…ter tido frio na barriga em sair por aí e mesmo assim sair. Seriam tão doces essas noites saindo escondido em busca do nada. Eu iria me emocionar, como agora, se você tivesse dito que queria me namorar, e eu, tão menino, seria o homem que você merecia. Aí a gente ia se amar, a gente ia dançar, a gente ia trabalhar por nós, íamos buscar o que antes era longe e hoje é presente. Seria interessante quebrar tantos paradigmas e tantos valores que nos bloquearam por anos. A gente se reconheceria no olhar, no sorriso, na alma. Eu te amei por tanto tempo que esqueci como posso esquecer uma pessoa que me tirou tantos versos e tantas palavras. Se eu pudesse ao menos lhe agradecer…Eu lembro que disse diversas vezes que você era um qualquer e que eu, ”Sem Muros”, não me prenderia a você e seguiria meus sonhos, mas ah, G., é tão difícil seguir meus sonhos quando você é um deles…Eu me sinto tão sozinho, tão esquecido, tão cinza dentro dessas cidades…Eu gostaria de tê-lo comigo, entende? Eu iria te amar tanto, eu iria poder dizer com a boca cheia o que é amor, eu esqueceria de tantos problemas e impropérios e ajudaria você, também, a construir seus sonhos. Eu me formaria, você montaria seu negócio, a gente teria uma casa, um cachorro, um gato, nossos móveis, nossos amigos, nossa vida…A gente teria tanta coisa se eu pudesse lhe amar e, infelizmente, à vida coube nos separar, sabe-se lá porque isso nos ocorreu…mas ocorreu. Eu já nem choro aos outros, nem explano mais o quão forte é essa tempestade aqui dentro porque você sabe, só você me entenderia. E se eu te fiz como um personagem merecedor de meu amor, é com esse personagem que eu gostaria de me deitar. Às vezes o dia demora tanto pra passar, é tão difícil, tão cheio de tempestades…Às vezes eu preparo o jantar com tanto carinho, monto a mesa pra nós dois…e você nunca apareceu. A taça de vinho sempre fica sem as manchas bordôs, o prato nunca é desenhado pra você, o salmão fica frio…E eu, sozinho, seguro sua mão em pensamento. Esse texto não é um pedido, não estou implorando por uma pontinha de amor, mas é que quando eu me abro com você, mesmo sabendo que você nunca lerá, eu me sinto tão grande, tão amado, tão querido. E esse amor é fruto de toda minha imaginação em tê-lo quisto tanto e nunca ter podido dizer mais que um olá. Já me perguntaram se é possível gostar de alguém que a gente nunca conversou, já me perguntaram se tive grandes amores nessa vida…e bem, para ambas as respostas minha mente desenha você. Eu te desenho no meu bloquinho vermelho de papel. Eu te escrevo em meus poemas mais melosos. E agora Roberto? Não…Roberto é um apelido pra bife emborrachado…E agora G.? E agora que nada! Nada! A gente nunca teve nada, a gente nunca se olhou nos olhos, a gente nunca esteve em paz. Nunca tive paz com você, mas os dias em que dormi imaginando nossa vida a dois…ah, foram os dias de melhores sonhos. Eu explano tantas palavras, tantas ideias, tanto desejo, G., pra dizer que eu não tenho mais medo de dizer quem eu sou e quem eu amo, e se um dia, no futuro, eu amar outra pessoa tão intensamente quanto já lhe amei (ou amo), eu prometo, lhe escrevo de novo.

Receba esse texto, em algum lugar no plano espiritual, e essas minhas poucas lágrimas contidas, como fruto do amor mais masoquista que já existiu: o amor que amei só, o amor deste fdp em apuros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s