Contudo, não me soubeste.

Padrão

Contudo, não me soubeste.

Partiste…o peito.

Buscou todos os lábios que almejei, não almejou o meu. Buscou entender, mas na verdade nunca entendeu que entre as várias vertentes do amor, a verdeira é você. Que entre minhas verdades, a mais sincera se encontra em você. E, de todos os sentimentos, o mais doce é aquele que construí pra ti.

Buscou entender, e não entendeu que a linha da palavra é cortante e que, se busco amizade, já as tenho há anos. Rude, fui. E se quer, busque alguém que faça tanto quanto eu, que sinta tanto em seu peito, quanto sinto no meu. Me fez palhaço em seu picadeiro.

E se sai da sua boca palavra sincera, é pra dizer que eu mereço outro tipo de tesouro…e eu só queria você em meu baú. Quis ajudar, não quis receber ajuda. Quis ajudar a ser melhor, não quis ser melhor. Vai pra quem te pisa, porque isso difere das minhas atitudes. Vai, buscar em outros braços aquilo que, tempos a fio, preparei nos meus para nada.

Tentei explicar…contudo, não me soubeste. Partiste.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s