Jamais.

Padrão

Jamais,
Palavra tocante, assoviante.
Palavra que marca e nega.
Palavra que esfrega.
Jamais, faça. Contradiz.
Jamais faça. Ordena.
Jamais negue. Afirma.
Palavra toante que me rima a vida,
Palavra que bota nos prumos,
Que cria novos rumos.
Ele disse. Jamais.
Palavra que desafia.
Que antes de cortar com a navalha,
Pega-a e afia.
Gostou, mas…
Jamais.
Negue.
Seu amor.
Jamais.
Ele fará. Jamais
Falsa esperança.
Você? Rárárá.
Jamais. Já não é mais.
Gosto. Mas jamais.
Gosto, mas lá fora há mais.
Jamais esse. Sempre aqueles.
Jamais…
Palavra que jamais,
Ou nunca mais,
Entenderei.
Jamais ouso. Já não mais penso.
Me ferve o sangue.
Jamais pararão de esfregar,
Com força -jamais- antes vista,
As verdades no meu rosto.
Jamais. Palavra que dói.
Palavra que como rato no queijo, rói.
Jamais morde. Jamais destrincha.
”Diga que você me pertenceu,
Pise, machucando com jeitinho
Este coração que um dia foi seu”

-Eu consegui, e você?
(Ecoam risos),
Jamais!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s